GOLPISTAS QUE AGIRAM EM POÇO VERDE AGIU TAMBÉM EM TOBIAS BARRETO

Um empresário foi alvo de um golpe que havia sumido das ocorrências policiais. Na tarde da última segunda – feira, 17, na cidade de Tobias Barreto, um casal simulou recompensar a vítima por ter encontrado uma suposta carteira porta cédulas perdida e conseguiu enganar o empresário levando cerca de R$ 5 mil que havia acabado de sacar do banco.

Segundo informações policiais, o empresário contou que havia sacado R$ 5 mil de um banco localizado no centro do município de Tobias Barreto. Por volta das 13 horas, ele saiu e caminhava pela região central, quando um homem,aparentando 60 anos, que caminhava ao seu lado, deixou cair uma carteira porta cédula. Logo depois, uma mulher com a aparência de 50 anos, apareceu, pegou o objeto e perguntou se pertencia a vítima. Diante da negativa, ele afirmou que que pertencia ao outro homem.

A mulher, então, abordou o seu provável comparsa e perguntou se a carteira lhe pertencia. Ele confirmou e agradeceu pela colaboração já que dentro existia um cheque no valor de R$ 15 mil, além de uma nota de R$ 50. O homem se identificou como gerente de uma loja de calçados e em agradecimento por terem a honestidade de devolver a carteira, compensaria a mulher e a vítima com um produto da loja e mais R$ 50.

Os três se deslocaram até uma praça na cidade e o homem pediu um “comprovante” para fazer a entrega do brinde. A mulher foi até a suposta loja e deixou com o acusado uma quantia de R$ 4 mil. Momentos depois, ela deixou o local com o calçado e mais R$ 50, sendo assim teve seu dinheiro devolvido, um golpe perfeito. O empresário, então, acreditou na veracidade dos fatos e entregou ao “gerente” o valor de R$ 5 mil que acabara de sacar.

Ele seguiu com destino a referida loja, mas ao entrar no imóvel percebeu que havia sido vítima de um golpe, pois não existia no local nenhum estabelecimento comercial. Nervoso, saiu do prédio e não mais encontrou o casal. O caso será apurado pela Delegacia de Tobias Barreto.

Em Poço Verde a vitima foi um funcionario de um estabelecimento comercial que estava na Agencia do Banese e viu um cheque de R$ 15 mil reais nos pés, pegou e quando devolveu ao suposto dono, agradecido o mesmo convidou a ir com ele até o carro para pegar um brinde, em que acabou caindo no golpe de R$ 2.700,00 reais.

Fonte: Jornal da Cidade

Nenhum comentário